terça-feira, 18 de maio de 2010

São Jorge é o novo co-titular da Paróquia Ortodoxa da Dormição da Mãe de Deus no Cambuci.



EM BREVE DISPONIBILIZAREMOS UM POUCO DA VIDA DESTE SANTO MAGNÍFICO.

2 comentários:

  1. Como faz para ter um co-padroeiro!? É uma decisão da paróquia, da arquidiocese, do patriarcado!? Um abraço do amigo Delphim

    ResponderExcluir
  2. Acredito que possa lhe interessar esse blog

    Patristica Brasil

    documentação (documentos da igreja)

    patrisitca do I ao VIII Século em potugues

    http://patristicabrasil.blogspot.com/

    Um Abraço

    ResponderExcluir

A Arquidiocese:

A Arquidiocese Ortodoxa Grega de Buenos Aires e América do Sul foi erigida em 1996, resultando do desmembramento da Arquidiocese Ortodoxa Grega das Américas (do Norte e do Sul), com sede em Nova Iorque (EUA). Desde 1952, quando foi criada como Diocese, sua sede está em Buenos Aires, na Argentina. Seu território eclesiástico compreende os países da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru, Suriname, Guiana, Guiana Francesa e Uruguai.

Não se têm dados precisos sobre a data em que foi estabelecida a primeira Igreja Ortodoxa Grega na Argentina. Sabe-se, no entanto, que os imigrantes gregos da localidade de Berisso (Província de Buenos Aires) contavam, desde 1905, com a assistência religiosa de um sacerdote vindo da Grécia. Neste mesmo ano inaugurou-se a primeira Igreja Ortodoxa Grega em Florianópolis (SC) - Brasil, dedicada a São Nicolau.

Em 1907 um sacerdote grego fundou uma capela na região de Galeria Pacifico, em Buenos Aires. Mais tarde, outras duas capelas foram criadas, nos bairros de Palermo e Vila Crespo, até que, em 1926, foi construída a Catedral da Dormição da Theotokos, dedicada à Virgem maria, localizada na Rua Julian Alvarez, 1036, no Bairro de Villa Crespo.

Na Atualidade

A Arquidiocese Ortodoxa Grega de Buenos Aires e América do Sul está sob a jurisdição espiritual do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla. É importante destacar que sua extensão territorial é notavelmente grande, indo de Quito, no Equador, à Terra do Fogo, na Argentina; de Santiago do Chile até o Rio de Janeiro, no Brasil. Cumpre ao arcebispo fazer visitas pastorais em toda a sua jurisdição.

Na cidade de Buenos Aires, Capital Federal da Argentina, está a Sé Metropolitana, cuja Igreja Catedral é dedicada à Dormição da Theotokos. Ainda na Argentina estão as igrejas do Espírito Santo, em Olivos; de São Nicolau, no bairro de Pompéia; de São Miguel Arcanjo, na cidade de Remédios de Escalada e Santos Constantino e Helena em Berisso. Nos últimos anos, na cidade de Rosário, estabeleceu-se uma capela dedicada a São Nicolau e foram edificadas: a Capela de São Eleutério na sede da Arquidiocese; a Igreja de São João, o Precursor em Córdoba, a Igreja de São Nicolau, em Comodoro Rivadavia; a Igreja de São Jorge, em Mar del Plata; a Capela de São Spyridon em São Miguel; e a Capela de São Nectarios em Esteban Echeverría. Mais recentemente deu-se a instalação da pedra fundamental da Igreja de São Jonas, em Bahia Blanca.

No Brasil, existem igrejas ortodoxas gregas em São Paulo - na Capital -, Capão Redondo e Cambucí; em Brasília, no Distrito Federal; Em Florianópolis e São José - Santa Catarina; em Curitiba, no Paraná; em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul; na Capital do Rio de Janeiro; Em Vitória, no Espírito Santo e na cidade de Goiânia em Goiás.

No Chile existem Igrejas Ortodoxas Gregas, em Santiago e Vina del Mar; organiza-se atualmente comunidades ortodoxas gregas em Antofagasta e em Coquimbo.

A Igreja Ortodoxa Grega está ainda em Lima, no Peru, e em Montevidéu, no Uruguai.

No Equador, estão sendo organizadas Igrejas Ortodoxas Gregas em Quito e Guayaquil.

Na Bolívia, Paraguai, Suriname, Guiana e Guiana Francesa, só existem poucas famílias cristãs ortodoxas.

ENDEREÇOS:

• ARQUIDIOCESE ORTODOXA GREGA DE BUENOS AIRES E AMÉRICA DO SUL
Lerma 260, (C1414 AZF)
BUENOS AIRES - Argentina
Telefone: (005411) 4508-5402 | 4508-5403
Fax: (005411) 4508-5404
E-mail: buenosaires@ortodoxia.org
• DOMICÍLIO PARTICULAR DO ARCEBISPO METROPOLITANO
Av. Figueroa Alcorta 3.187 (C1425CKK)
BUENOS AIRES - Argentina
Telefone: (005411) 4802-3204
Fax: (005411) 4801-0127

Apresentação de Sua Emncia. Dom Tarásios

O Reverendíssimo Arquidiácono Tarasios, por recomendação de S.S. Bartolomeu I, Patriarca Ecumênico, foi eleito por unanimidade no dia 08 de maio de 2001 pelo Santo Sínodo do Patriarcado Ecumênico, Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese Ortodoxa Grega de Buenos Aires e Exarca da América do Sul.

O Arcebispo Metropolitano Tarasios foi o primeiro americano de descendência grega que esteve a serviço do Patriarcado Ecumênico em Constantinopla. Foi ordenado Diácono em 30 de dezembro de 1990 pelo Patriarca Bartolomeu I (então metropolita de Calcedônia).

Como integrante da Cúria Patriarcal, se desempenhou como Decodificador, Diácono Patriarcal chegando ao Arquidiaconato.

O Metropolita é filho de Panaguiotis Antonópulos e Ângela Vanvoras, de Santo Antonio, Texas. Nasceu em Gary de Indiana em 1956 e foi batizado com o nome de Panaguiotis. Cresceu em Santo Antonio, onde foi membro ativo da Comunidade Ortodoxa Grega de Santa . Estudou no Colégio Helênico, na Faculdade Teológica de Santa Cruz em Brooklin, na Trinity University de San Antônio, na Universidade de Notre Dame, no Pontifício Instituto de Estudos Orientais, em Roma e Na Pontifícia Escola de Paleografia e Arquivos do Vaticano. Em 1980 trabalhou como assistente na Igreja Ortodoxa Grega de San Nicolas em Saint Loius, Missouri e em 1988 como assistente administrativo da Diocese de Atlanta, Geórgia.

Em Constantinopla, as principais responsabilidades do Metropolita Tarasios, estavam centradas na correspondência em inglês do Patriarca e do Secretário Chefe do Santo Sínodo, as relações com as delegações estrangeiras e com o corpo diplomático de Constantinopla, assim como em atividades especificas, como os simpósios e seminários sobre o meio ambiente convocados sob o auspício do Patriarca Bartolomeu I. Suas atribuições incluíam também uma função na Administração da Arquidiocese de Constantinopla, a supervisão da Catedral Patriarcal de São Jorge, dos diáconos e cantores da cúria patriarcal. Acompanhar o Patriarca em atos litúrgicos em suas visitas oficiais e privadas, locais e internacionais e representar S. Santidade frente as delegações oficiais e encontros. Supervisionou a primeira edição em inglês da obra sobre a Catedral Patriarcal e outros lugares sagrados da Igreja de Constantinopla.

Seu novo posto de trabalho em Buenos Aires lhe introduziu numa nova etapa de seu ministério a serviço da Santa Igreja de Cristo. Como Hierarca da Sé Ecumênica, continuará sua missão a serviço dos fiéis que estão sob jurisdição espiritual de S. Santidade, o Patriarca Ecumênico no Hemisfério Sul.

A Arquidiocese de Buenos Aires e América do Sul é constituída de 25 comunidades ortodoxas na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai. Traz consigo a experiência de 11 anos sob a tutela espiritual de S. Santidade, o Patriarca Ecumênico e de outros membros da Cúria Patriarcal. Sua participação na vida e centenária experiência do Patriarcado Ecumênico, particularmente na área do Diálogo Ecumênico e Inter-religioso contribuiu para a sua eleição e nomeação para a Igreja da América do Sul, enviado a apascentar o rebanho ortodoxo, posto agora sob sua direção espiritual.

Fala inglês, grego, italiano, francês e espanhol.

Sua ORDENAÇÃO PRESBITERAL ocorreu em 27 de maio de 2001 e o Episcopado em 03 de junho de 2001, ambas celebradas pelo Patriarca Ecumênico. Sua ENTRONIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE da América do Sul deu-se em 14 de julho de 2001 na Catedral da Dormição da Mãe de Deus, em Buenos Aires, Argentina.